Dicas
Dicas
Dicas

ANTES DE COMPRAR

Antes de comprar, você deve tomar alguns cuidados para não ter surpresas inesperadas. Para isso tentaremos orienta-los para que possa fazer um bom negócio.

Documentação: O que você precisa saber antes de assinar o contrato de aquisição de qualquer imóvel.
Verifique se o Memorial de Incorporação está devidamente registrado. Ele comprova que as plantas estão aprovadas pela Prefeitura e que a escritura está registrada no Registro de Imóveis, além de ter o amparo da Lei 4.591.

Verifique o currículo dos responsáveis técnicos pelos projetos de arquitetura, estrutura, elétrica, hidráulica, alvenaria, fundações, e também do responsável técnico da Construtora, bem como os seus registros no CREA.

Leia o Memorial Descritivo com atenção para verificar a qualidade dos materiais.

Confira pelo Cronograma da Obra, se o estágio atual está compatível com o que foi pré-estabelecido.
Se a obra for financiada pelo SFH, normalmente há garantia de financiamento ao comprador. Além disso, indica que o agente financeiro analisou a idoneidade técnica e financeira da Construtora, e ainda faz vistoria mensal na obra, para verificar se o cronograma está sendo cumprido e se o material utilizado é o constante do memorial descritivo.

Analise atentamente a minuta do contrato de compra e venda, especialmente sobre a forma de atualização das parcelas, indexador, periodicidade e cobrança de resíduos. É recomendável submeter o contrato à apreciação de um advogado.

Pode-se consultar ainda o Procon através do telefone 1512, ou o CREA pelos telefones: 0800-171811 e 3815-4466.

CONSERVAÇÃO

Pára-Raios

O captador (haste fixa no alto do edifício) deverá ser vistoriado pelo condomínio a cada 6 (seis) meses e deverão ser feitos testes anualmente com aparelho apropriado por firma especializada, para medir a resistência de aterramento dos eletrodos de terra, conforme a NBR 5419/1977, que é a Norma Brasileira que trata da proteção de Edifícios Contra Descargas Elétricas Atmosféricas.

 

Utilização Correta dos Elevadores

  • Apertar o botão apenas 1 vez.
  • Observar o degrau formado entre o piso do pavimento e o piso do elevador.
  • Não ultrapassar o número máximo de passageiros permitido, que está indicado em uma placa no interior da cabina.
  • Não permitir que crianças brinquem ou trafeguem sozinhas nos elevadores.
  • Não reter o elevador em um andar.
  • Não fumar no interior da cabina.
  • Em caso de falta de energia ou parada repentina do elevador, solicitar auxílio externo através do interfone ou do alarme, sem tentar sair sozinho do elevador.
  • Jamais utilizar os elevadores em caso de incêndio.
  • Jamais tentar retirar passageiros da cabina quando o elevador parar entre pavimentos pois há grandes riscos de ocorrerem sérios acidentes.
  • Nunca entrar no elevador com a luz apagada

 

Antena Coletiva

Instalada no alto do edifício, os pontos são distribuídos para todas as unidades, nos dormitórios, sala e cozinha.
Somente pessoal habilitado poderá modificar os pontos de TV.
Qualquer tipo de mudança por pessoal não habilitado acarretará em queda de sinal de imagem da TV, de toda a prumada do edifício, danificando todo o sistema.
Obs.: Não deverá ser usada para aterramento de aparelhos eletroeletrônicos.

 

Central de Interfones

Um sistema central de interfonia, possibilita aos condôminos comunicarem-se entre si, com o apartamento do zelador, garagem, portaria, salão de festas, e casa de máquinas, através de enlace com a portaria.

 

Cuidados com a Energia Elétrica

Não trocar os disjuntores por outros de amperagem maior, pois tal atitude pode provocar danos na instalação.
Não manusear aparelhos elétricos em contato com a água pois pode ocasionar acidentes fatais.
Evitar, sempre que possível, o uso de “tês” ou benjamins (dispositivos com que se ligam vários aparelhos a uma só tomada), pois eles também provocam sobrecargas.
Nunca segurar dois fios ao mesmo tempo. O contato simultâneo com um fio positivo e um negativo pode ocasionar uma parada cardíaca. Isole sempre o fio que acabou de mexer, antes de desencapar o outro.
Deve-se ter cuidado especial na colocação de chuveiros, lustres, apliques e similares, pois o corte indevido, ou emenda inadequada de fios, pode provocar a interrupção de luz em partes do imóvel e permitir o surgimento de peças que transmitam choques elétricos.
Para esses serviços procurar sempre um técnico especializado.

 

Rede Hidráulica

a) Tubulação
Toda a tubulação aparente no sub-solo, por norma da ABNT e para melhor identificação foi pintada nas seguintes cores:
Esgoto ———————————- Preto
Incêndio ——————————– Vermelho
Água Fria ——————————- Verde
Água Pluvial —————————– Marrom

 

Caixas d’ água

As caixas d’ água deverão ser limpas a cada 6 (seis) meses, por firma especializada contratada pelo condomínio.
Para se esvaziar a caixa d’ água, normalmente usa-se a mangueira do hidrante de incêndio do pavimento térreo ou do sub-solo. Para tal, abrir somente meia volta do registro globo do hidrante utilizado.
Sugerimos que a limpeza das caixas d’ água seja feita em duas etapas, uma célula de cada vez, evitando-se assim, a total falta de água no edifício.

 

Botoeiras

As botoeiras que comandam as bombas de incêndio estão localizadas acima da caixa do hidrante e devem ser vistoriadas periodicamente.

 

Previsões

a) Máquina de Lavar Pratos
Sua alimentação é feita por uma tomada polarizada, própria para este tipo de eletrodoméstico, com voltagem de 220v situada sob a pia próxima dos pontos de água e esgoto da referida máquina.

b) Máquina de Lavar Roupa
Os pontos de entrada de água, saída de esgoto e instalação elétrica, estão situadas ao lado do tanque, na área de serviço.

 

Portas Corta-Fogo

As portas corta-fogo têm a finalidade de impedir a propagação do fogo e proteger as escadas durante a fuga em caso de incêndio.
Instaladas de acordo com as normas da ABNT e da P.M.S.
Recomenda-se a manutenção trimestral das molas, sendo proibido aplicação de trincos, fechaduras ou chaves, ou qualquer outro sistema que impossibilite ou dificulte a sua abertura.

 

Garagens

Recomenda-se não armazenar no local produtos perecíveis ou inflamáveis.
Não é permitido estacionar autos ultrapassando os limites da vaga.
Trafegar na garagem com os faróis acessos para evitar acidentes.

 

Gás

Na cozinha, junto ao tampo da pia, encontra-se instalado o ponto de gás para o fogão.
É importante lembrar que o fogão deve ser compatível com este sistema. Caso não seja, deve-se solicitar sua adaptação a uma assistência técnica autorizada do fabricante do equipamento.
Orientar o marceneiro para fazer o armário próximo ao fogão de forma que o registro de gás fique de fácil acesso.
O abastecimento do gás deve ser solicitado pelo síndico à empresa fornecedora escolhida pelo condomínio.

 

Forros de Gesso

Nos forros de gesso, não se deve permitir impactos, pois podem quebrar.
Não fixar ganchos ou suportes para pendurar vasos ou qualquer outro objeto pois não estão dimensionados para suportar tal peso.
Os forros de gesso nunca podem ser molhados, pois o contato com a água faz com que o gesso se decomponha.
Para evitar o aparecimento de bolor nos tetos do banheiro, causado pela umidade do banho, mantenha as janelas abertas durante e após seu uso.
Recomenda-se que os forros do banheiro sejam repintados anualmente.

Elevadores

O transporte de móveis e/ou de grandes embalagens, deve ser efetuado pelo elevador de serviço.
Cuidados especiais deverão ser tomados para evitar que agentes externos como água, poeira, etc., penetrem nos equipamentos e Casa de Máquinas causando danos aos mesmos.
É obrigatória a contratação pelo condomínio, de uma firma especializada para a manutenção mensal dos equipamentos (normalmente o próprio fabricante, para que seja mantida a garantia do equipamento).
A capacidade máxima de peso dos elevadores deverá ser rigorosamente respeitada.

 

Extintores de Incêndio e Hidrantes

Localizados nos hall’s dos elevadores / sub-solo e barrilete, servem para um primeiro combate a pequenos incêndios.
Seu posicionamento não deve ser alterado, tendo em vista que a sua localização é determinada pelo Corpo de Bombeiros.
Cada extintor possui uma etiqueta explicando seu funcionamento, utilização e prazo de validade de sua carga. As cargas deverão ser verificadas mensalmente pelo condomínio e substituidas quando for necessário.
Dentro de cada hidrante existe um registro e uma mangueira.
A mangueira deve estar seca e desacoplada do hidrante, se estiver enrolada.

 

Bombas d’ Água

As bombas requerem manutenção periódica, através de firma especializada contratada pelo condomínio. As bombas de recalque estão localizadas no sub-solo, a bomba de incêndio no barrilete, e as bombas de drenagem e limpeza no sub-solo.
Bombas à gasolina deverão ser ligadas pelo menos uma vez por semana.
O reservatório superior é alimentado pelo inferior através de 2 (duas) bombas de recalque localizadas no subsolo. Uma delas destina-se à reserva, enquanto outra funciona permanentemente.
Visando garantir a durabilidade destes equipamentos, é importante revezar o funcionamento de cada uma das bombas, fazendo com que a de reserva entre em funcionamento, desligando-se a outra. Para tanto basta mudar a posição da chave no painel de controle das bombas junto ao reservatório inferior.
Este rodízio deve ser feito a cada mês, cuidando para que, antes da partida, o corpo da bomba esteja cheio de líquido, pois se operar a seco, as faces de contato do selo mecânico são danificadas, resultando em vazamento.

 

Rede Elétrica

a) Quadros de comando
O quadro geral das unidades situa-se na cozinha.
Para possibilitar cortar a corrente de todo o apartamento, está localizado na parte superior do quadro um disjuntor geral.

b) Centro de medição
As portas dos compartimentos de medidores de luz devem ser mantidas permanentemente chaveadas, evitando o acesso de crianças ou de pessoas sem o conhecimento dessas intalações. Não utilizar, em nenhuma hipótese, essas áreas para depósito de materiais de limpeza, escadas, equipamentos de jardim, etc.
Recomenda-se que os Quadros de luz do condomínio sejam manuseados apenas por pessoas autorizadas pelo Condomínio.

c) Cuidados gerais
Todas as alterações nos quadros de comando tais como: acréscimo de cargas ou aparelhos não previstos, deverão ser previamente analisados pelo Engenheiro Responsável pelo projeto, para obtenção de parecer oficial.
Havendo excesso de carga na instalação elétrica ou curto circuito, os disjuntores do quadro de comando ou o geral se desligarão automaticamente. Para corrigir é só voltar o disjuntor correspondente ou o geral à sua posição original, antes, porém procure averiguar a causa do desligamento com um profissional especializado, pois, se não for removida a causa, o disjuntor voltará a desarmar.
Em caso de incêndio, desligar a chave geral.
Sempre que houver necessidade de manutenção nas instalações elétricas é necessário desligar o disjuntor correspondente ao circuito.
Quando são instalados armários próximos às tomadas, é comum os marceneiros recortarem a madeira e reinstalarem as tomadas no próprio corpo do armário. Nesses casos, é preciso que o isolamento seja perfeito e que o fio utilizado seja compatível com a instalação original.
A carga prevista para a instalação de chuveiros nos banheiros é de 5.000 watts. Ao adquirir um aparelho, é importante atentar para este dado, pois caso o chuveiro requeira uma carga maior, certamente haverá sobrecarga e as instalações terão que ser redimensionadas.

Obs.: Chuveiros e torneiras deverão obrigatoriamente ter resistência blindada.

 

Hidrante de incêndio

Localizados nos hall’s dos elevadores de todos os andares, nas garagens e cobertura, segundo norma do Corpo de Bombeiros.
Cada hidrante nos andares é composto por uma mangueira de 20 ou 30 metros. Sempre que usada, a mangueira deverá ser seca ao sol para prolongar sua vida útil.

 

Grelhas, ralos e drenagem

Todas as grelhas e ralos de captação de águas pluviais, deverão ser observados e limpos semanalmente para evitar qualquer obstrução.

A unidade é distribuída com tubulação de água fria, esgoto e ventilação. Com isso, orientamos que se faça uma análise dos ambientes e que se tome muito cuidado ao fixar buchas e parafusos de modo e não danificar a tubulação hidráulica.

Legenda:
AF —————————- Água Fria
P —————————– Água Pluvial
E —————————– Esgoto
V —————————– Ventilação

 

Impermeabilizações

Os pisos que sobrepõem as lajes são impermeabilizados (térreo e cobertura), bem como, a piscina, as caixas d’ água, marquises e boxes dos banheiros e não poderão ser lavados com substâncias ácidas.
Os mesmos não poderão ser danificados ou perfurados para a instalação de qualquer tipo de equipamento.

 

Telefone e TV a Cabo

Foram previstos pontos de telefones nos dormitórios, cozinha, dispensa e na sala de seu apartamento. Todo o acabamento e fiação estão executados, bastando solicitar à empresa concessionária a linha e a instalação do aparelho. Para instalar o aparelho basta conectá-lo em qualquer ponto.
Os apartamentos possuem previsão para TV a Cabo.
É ilegal o uso não autorizado do sinal de TV a Cabo, antes de conectar, comunicar a fornecedora do serviço.

Obs.: Não fazer qualquer alteração no cabo da TV, nem abrir a caixinha da tomada no ponto, para preservar a imagem dos aparelhos de todos os condôminos. Em caso de reparos, consultar o síndico e verificar se a empresa instaladora do cabo mantém assistência técnica.

 

Iluminação das Áreas Comuns

A iluminação dos halls dos elevadores e escadarias é controlada por um sistema de sensores de presença. Este sistema visa a economia de energia elétrica, evitando que as lâmpadas fiquem constantemente acesas.

 

Cubas de Aço Inoxidável

Usar apenas água e sabão neutro para retirar gorduras das cubas de aço inox e nunca usar materiais abrasivos como palhas de aço, saponáceos, etc.
Evitar o acúmulo de louça dentro da cuba, pois o excesso de peso pode ocasionar o rompimento de sua fixação na bancada.

 

MANUTENÇÃO E LIMPEZA

Com uma boa manutenção e tomando alguns cuidados com a limpeza do seu apartamento, o único beneficiado será você mesmo, pois isto prolongará a vida do material utilizado na construção do edifício.
A seguir daremos algumas sugestões para você poder conservar bem o seu apartamento:

 

Sifões e Ralos

Quando estiverem muito tempo sem uso, jogar água para evitar maus odores. Não esquecer de limpá-los periódicamente.

 

Pintura

Toda pintura aplicada no apartamento (paredes, forros e esquadrias de madeira) é lavável, mas isto não quer dizer que pode ser esfregada com muita força. Para a pintura de látex deve ser utilizada uma mistura de água, sapóleo e espuma de sabão de coco aplicado com esponja não abrasiva, lavando-se posteriormente com água e deixando-se secar por evaporação; dessa forma o látex que é fosco não ficará brilhante no local de lavagem

 

Vidros

Para a limpeza utilize um pano com álcool ou um produto especializado para vidro. Os vidros possuem espessura compatível com a resistência necessária para seu uso normal. Evite qualquer tipo de batida ou pancada na sua superfície ou nos seus caixilhos.

 

Mármores e Granitos

Não são aconselháveis tentativas por parte do condômino na retirada de manchas, por tratar-se de um material bastante caro.
Deve-se tomar cuidado para que não caiam substâncias oleosas ou ácidas sobre a superfície, pois é praticamente impossível removê-las.
Usa-se normalmente para a sua limpeza, pano com detergente ou sabão neutro; em seguida a aplicação de cêra líquida incolor.

 

Esquadrias de Alumínio

a) Limpeza
Para que as esquadrias de sua edificação se mantenham como novas, e em perfeito funcionamento por muitos anos, observe atentamente as seguintes recomendações:
A limpeza das esquadrias, como um todo, inclusive guarnições de borrachas e escovas, deverá ser feita com uma solução de água e detergente neutro, com auxílio de esponja ou pano macio, observando-se os intervalos de tempo abaixo indicados:
No mínimo, a cada 12 meses em zona urbana ou rural;
No mínimo a cada 3 meses em zona marítima ou industrial.
As janelas e portas de correr exigem que seus trilhos inferiores sejam constantementes limpos, para se evitar o acúmulo de poeira, que com o passar do tempo vão se compactando pela ação de abrir e fechar, transformando-se em crostas de difícil remoção, ao mesmo tempo que comprometem o desempenho das roldanas exigindo sua troca precoce.
Não usar, em hipótese alguma, fórmulas de detergentes com saponáceos, esponjas de aço, de qualquer espécie, ou qualquer outro material.
Não usar produtos ácidos ou alcalinos. Sua aplicação poderá manchar a anodização e tornar a pintura opaca.
Não utilizar objetos cortantes ou perfurantes para auxiliar na limpeza de “cantinhos” de difícil acesso. Esta operação poderá ser feita com o auxílio de um pincel de cerdas macias embebido na solução indicada acima.
Não usar produtos derivados de petróleo (vaselina, removedor, thiner, etc). O uso de tais produtos, num primeiro instante, pode deixar a superfície mais brilhante e bonita. Porém, em sua fórmula existem componentes que vão atrair partículas de poeira que agirão como abrasivo, reduzindo, em muito, a vida do acabamento superficial do alumínio. De outro lado, os derivados do petróleo, podem ressecar plásticos e borrachas, fazendo com que percam a sua ação vedadora.

b) Lubrificação
Todas as articulações roldanas trabalham sobre uma camada de náilon auto-lubrificante, razão porque dispensam qualquer tipo de graxa ou óleo. Estes produtos não devem ser aplicados às esquadrias, pois em sua composição poderá haver a presença de ácidos e outros aditivos não compatíveis com os materiais usados na fabricação das esquadrias.

c) Regulagem dos Braços Articulados Dotados de Freios
Toda janela do tipo maxim-ar é fabricada com utilização de braços articulados. Este mecanismo é de vital importância para o perfeito funcionamento da janela.
Cada braço possui um dispositivo chamado “carrinho”, localizado em sua parte superior que, na operação de abrir e fechar da janela, desliza preso a um trilho (tipo berço). Os braços modernos são dotados de “carrinho” com freio, que podem ser regulados através de um parafuso ou dispositivo próprio.
O fornecedor, por ocasião da revisão final de entrega, faz o ajuste do freio. Porém, devido à variação de temperatura e a ação do tempo, este dispositivo poderá desregular e perder sua capacidade de controlar a pressão de abertura da janela.
Para saber se o freio está regulado, basta abrir a janela até um ponto intermediário (+ ou – 30°), a qual deve permanecer parada e oferecer certa resistência a qualquer movimento espontâneo. Estará desregulado se a manobra de abrir e fechar for feita com alguma dificuldade ou se a folha não permanecer aberta no ponto desejado.
Embora a regulagem do freio ser de simples execução, somente pessoa especializada deverá fazê-la, pois se tal ajuste for inadequado, danificará o perfil fixo e colocará em risco a integridade do braço, e, consequentemente, a segurança do usuário e de terceiros.
Jamais aplique qualquer produto lubrificante nos “carrinhos” dos braços articulados.

 

Flexíveis de Ligação de Bidê, Lavatórios e Bacias

São peças muito sensíveis, qualquer batida poderá ocasionar vazamento.

 

Limpeza de Azulejos, Pisos de Granito ou Cerâmicos

Deve-se evitar o uso de sapóleo ou similar, pois estes produtos atacam o polimento do material. Devemos evitar também o uso de vassouras ou esfregadeiras de piaçava que estragam o rejuntamento, podendo vir a ocasionar vazamentos para o andar inferior. Utilizar nesses casos uma mistura de amoníaco e álcool ou produtos especiais encontrados na praça.

 

Vasos Sanitários

Não jogue qualquer tipo de elementos estranhos nos vasos sanitários.
Bacias, bidês e banheiras – Recomenda-se o uso de sabão neutro, evitando a utilização de sapóleo ou saponáceos, ácidos, palhas de aço e esponjas abrasivas.
Devemos evitar o uso de bacias, bidês, tampos de lavatórios e pias de cozinha como pontos de apoio, podendo assim trincá-los facilmente.

 

Áreas Verdes

A manutenção e conservação dos jardins é de responsabilidade do condomínio que poderá a seu critério, contratar uma firma especializada. Deve-se tomar especial atenção com o tipo da vegetação a ser utilizado para que as raízes das mesmas não danifiquem a impermeabilização ou a tubulação de captação de águas pluviais.

 

Louças e Instalações Sanitárias

A limpeza das louças sanitárias deve ser efetuada somente com água, sabão e desinfetante, evitando o uso de pós abrasivos e esponjas de aço que podem danificar as peças e os rejuntes.
Para evitar entupimentos, não jogar nos vasos sanitários: absorventes higiênicos, fraldas descartáveis, plásticos, algodão, cotonetes, preservativos, grampos ou outros objetos.
Não jogar gordura ou resíduos sólidos nos ralos das pias ou lavatórios. Manter a pia da cozinha sempre protegida com a grelha que acompanha a cuba de inox.
Não utilizar produtos corrosivos a base de soda cáustica e ácido, arame ou ferramentas não apropriadas. Consultar um profissional ou empresa especializada em casos graves.
Não jogar água ou óleo ferventes na pia da cozinha, pois poderão danificar o cano do esgoto.
Fazer limpeza de todos os ralos e sifões de pias e lavatórios periódicamente, sendo conveniente que este serviço seja executado por um profissional especializado.
Jogar água com um pouco de cloro nos ralos e sifões quando estes estiverem muito tempo sem uso, para evitar o mau cheiro da rede de esgoto, principalmente no verão.
Evitar o uso excessivo de detergentes nas máquinas de lavar roupa e louça, pois os resíduos destas depositam-se na tubulação, causando futuros entupimentos.
Semestralmente, deve ser feita a revisão de rejuntamento das peças sanitárias.

 

Como Desentupir a Pia

Retirar o copo inferior do sifão que está localizado na parte debaixo da cuba e fazer a limpeza retirando os resíduos. Observando se a tubulação de saída contém massa de gorduras cristalizadas obstruindo a passagem de líquidos. Fazer toda a limpeza e recolocar o conjunto do sifão, tendo o cuidado de verificar a vedação das roscas.

 

Piscina

Para que a piscina mantenha-se em bom estado, é necessária a utilização de equipamentos próprios para bombas, filtros e telas. Tais equipamentos contam com garantia de seus fabricantes e devem ser amplamente utilizados segundo algumas recomendações básicas que constam dos manuais.
Alguns cuidados são necessários para manter a limpeza da água:
Ligar o filtro durante três horas todos os dias;
Passar a peneira na água diariamente;
Usar o aspirador todos os dias, durante o verão, quando a piscina é mais utilizada;
Durante o inverno basta repetir essa operação uma vez por semana;
Colocar cloro diariamente para matar germes e manter a água esterilizada;
Utilizar os produtos químicos adequados;
Limpar os azulejos semanalmente para tirar a sujeira acumulada.

Pára-Raios

O captador (haste fixa no alto do edifício) deverá ser vistoriado pelo condomínio a cada 6 (seis) meses e deverão ser feitos testes anualmente com aparelho apropriado por firma especializada, para medir a resistência de aterramento dos eletrodos de terra, conforme a NBR 5419/1977, que é a Norma Brasileira que trata da proteção de Edifícios Contra Descargas Elétricas Atmosféricas.

 

Elevadores

O transporte de móveis e/ou de grandes embalagens, deve ser efetuado pelo elevador de serviço.
Cuidados especiais deverão ser tomados para evitar que agentes externos como água, poeira, etc., penetrem nos equipamentos e Casa de Máquinas causando danos aos mesmos.
É obrigatória a contratação pelo condomínio, de uma firma especializada para a manutenção mensal dos equipamentos (normalmente o próprio fabricante, para que seja mantida a garantia do equipamento).
A capacidade máxima de peso dos elevadores deverá ser rigorosamente respeitada.

 

Utilização Correta dos Elevadores

  • Apertar o botão apenas 1 vez.
  • Observar o degrau formado entre o piso do pavimento e o piso do elevador.
  • Não ultrapassar o número máximo de passageiros permitido, que está indicado em uma placa no interior da cabina.
  • Não permitir que crianças brinquem ou trafeguem sozinhas nos elevadores.
  • Não reter o elevador em um andar.
  • Não fumar no interior da cabina.
  • Em caso de falta de energia ou parada repentina do elevador, solicitar auxílio externo através do interfone ou do alarme, sem tentar sair sozinho do elevador.
  • Jamais utilizar os elevadores em caso de incêndio.
  • Jamais tentar retirar passageiros da cabina quando o elevador parar entre pavimentos pois há grandes riscos de ocorrerem sérios acidentes.
  • Nunca entrar no elevador com a luz apagada

 

Extintores de Incêndio e Hidrantes

Localizados nos hall’s dos elevadores / sub-solo e barrilete, servem para um primeiro combate a pequenos incêndios.
Seu posicionamento não deve ser alterado, tendo em vista que a sua localização é determinada pelo Corpo de Bombeiros.
Cada extintor possui uma etiqueta explicando seu funcionamento, utilização e prazo de validade de sua carga. As cargas deverão ser verificadas mensalmente pelo condomínio e substituidas quando for necessário.
Dentro de cada hidrante existe um registro e uma mangueira.
A mangueira deve estar seca e desacoplada do hidrante, se estiver enrolada.

 

Bombas d’ Água

As bombas requerem manutenção periódica, através de firma especializada contratada pelo condomínio. As bombas de recalque estão localizadas no sub-solo, a bomba de incêndio no barrilete, e as bombas de drenagem e limpeza no sub-solo.
Bombas à gasolina deverão ser ligadas pelo menos uma vez por semana.
O reservatório superior é alimentado pelo inferior através de 2 (duas) bombas de recalque localizadas no subsolo. Uma delas destina-se à reserva, enquanto outra funciona permanentemente.
Visando garantir a durabilidade destes equipamentos, é importante revezar o funcionamento de cada uma das bombas, fazendo com que a de reserva entre em funcionamento, desligando-se a outra. Para tanto basta mudar a posição da chave no painel de controle das bombas junto ao reservatório inferior.
Este rodízio deve ser feito a cada mês, cuidando para que, antes da partida, o corpo da bomba esteja cheio de líquido, pois se operar a seco, as faces de contato do selo mecânico são danificadas, resultando em vazamento.

 

Antena Coletiva

Instalada no alto do edifício, os pontos são distribuídos para todas as unidades, nos dormitórios, sala e cozinha.
Somente pessoal habilitado poderá modificar os pontos de TV.
Qualquer tipo de mudança por pessoal não habilitado acarretará em queda de sinal de imagem da TV, de toda a prumada do edifício, danificando todo o sistema.
Obs.: Não deverá ser usada para aterramento de aparelhos eletroeletrônicos.

 

Central de Interfones

Um sistema central de interfonia, possibilita aos condôminos comunicarem-se entre si, com o apartamento do zelador, garagem, portaria, salão de festas, e casa de máquinas, através de enlace com a portaria.

 

Rede Elétrica

a) Quadros de comando
O quadro geral das unidades situa-se na cozinha.
Para possibilitar cortar a corrente de todo o apartamento, está localizado na parte superior do quadro um disjuntor geral.

b) Centro de medição
As portas dos compartimentos de medidores de luz devem ser mantidas permanentemente chaveadas, evitando o acesso de crianças ou de pessoas sem o conhecimento dessas intalações. Não utilizar, em nenhuma hipótese, essas áreas para depósito de materiais de limpeza, escadas, equipamentos de jardim, etc.
Recomenda-se que os Quadros de luz do condomínio sejam manuseados apenas por pessoas autorizadas pelo Condomínio.

c) Cuidados gerais
Todas as alterações nos quadros de comando tais como: acréscimo de cargas ou aparelhos não previstos, deverão ser previamente analisados pelo Engenheiro Responsável pelo projeto, para obtenção de parecer oficial.
Havendo excesso de carga na instalação elétrica ou curto circuito, os disjuntores do quadro de comando ou o geral se desligarão automaticamente. Para corrigir é só voltar o disjuntor correspondente ou o geral à sua posição original, antes, porém procure averiguar a causa do desligamento com um profissional especializado, pois, se não for removida a causa, o disjuntor voltará a desarmar.
Em caso de incêndio, desligar a chave geral.
Sempre que houver necessidade de manutenção nas instalações elétricas é necessário desligar o disjuntor correspondente ao circuito.
Quando são instalados armários próximos às tomadas, é comum os marceneiros recortarem a madeira e reinstalarem as tomadas no próprio corpo do armário. Nesses casos, é preciso que o isolamento seja perfeito e que o fio utilizado seja compatível com a instalação original.
A carga prevista para a instalação de chuveiros nos banheiros é de 5.000 watts. Ao adquirir um aparelho, é importante atentar para este dado, pois caso o chuveiro requeira uma carga maior, certamente haverá sobrecarga e as instalações terão que ser redimensionadas.

Obs.: Chuveiros e torneiras deverão obrigatoriamente ter resistência blindada.

 

Cuidados com a Energia Elétrica

Não trocar os disjuntores por outros de amperagem maior, pois tal atitude pode provocar danos na instalação.
Não manusear aparelhos elétricos em contato com a água pois pode ocasionar acidentes fatais.
Evitar, sempre que possível, o uso de “tês” ou benjamins (dispositivos com que se ligam vários aparelhos a uma só tomada), pois eles também provocam sobrecargas.
Nunca segurar dois fios ao mesmo tempo. O contato simultâneo com um fio positivo e um negativo pode ocasionar uma parada cardíaca. Isole sempre o fio que acabou de mexer, antes de desencapar o outro.
Deve-se ter cuidado especial na colocação de chuveiros, lustres, apliques e similares, pois o corte indevido, ou emenda inadequada de fios, pode provocar a interrupção de luz em partes do imóvel e permitir o surgimento de peças que transmitam choques elétricos.
Para esses serviços procurar sempre um técnico especializado.

 

Rede Hidráulica

a) Tubulação
Toda a tubulação aparente no sub-solo, por norma da ABNT e para melhor identificação foi pintada nas seguintes cores:

Esgoto ———————————- Preto
Incêndio ——————————– Vermelho
Água Fria ——————————- Verde
Água Pluvial —————————– Marrom

 

Caixas d’ água

As caixas d’ água deverão ser limpas a cada 6 (seis) meses, por firma especializada contratada pelo condomínio.
Para se esvaziar a caixa d’ água, normalmente usa-se a mangueira do hidrante de incêndio do pavimento térreo ou do sub-solo. Para tal, abrir somente meia volta do registro globo do hidrante utilizado.
Sugerimos que a limpeza das caixas d’ água seja feita em duas etapas, uma célula de cada vez, evitando-se assim, a total falta de água no edifício.

 

Hidrante de incêndio

Localizados nos hall’s dos elevadores de todos os andares, nas garagens e cobertura, segundo norma do Corpo de Bombeiros.
Cada hidrante nos andares é composto por uma mangueira de 20 ou 30 metros. Sempre que usada, a mangueira deverá ser seca ao sol para prolongar sua vida útil.

 

Botoeiras

As botoeiras que comandam as bombas de incêndio estão localizadas acima da caixa do hidrante e devem ser vistoriadas periodicamente.

 

Grelhas, ralos e drenagem

As botoeiras que comandam as bombas de incêndio estão localizadas acima da caixa do hidrante e devem ser vistoriadas periodicamente.

Grelhas, ralos e drenagem
Todas as grelhas e ralos de captação de águas pluviais, deverão ser observados e limpos semanalmente para evitar qualquer obstrução.

A unidade é distribuída com tubulação de água fria, esgoto e ventilação. Com isso, orientamos que se faça uma análise dos ambientes e que se tome muito cuidado ao fixar buchas e parafusos de modo e não danificar a tubulação hidráulica.

Legenda:
AF —————————- Água Fria
P —————————– Água Pluvial
E —————————– Esgoto
V —————————– Ventilação

 

Previsões

a) Máquina de Lavar Pratos
Sua alimentação é feita por uma tomada polarizada, própria para este tipo de eletrodoméstico, com voltagem de 220v situada sob a pia próxima dos pontos de água e esgoto da referida máquina.

b) Máquina de Lavar Roupa
Os pontos de entrada de água, saída de esgoto e instalação elétrica, estão situadas ao lado do tanque, na área de serviço.

 

Portas Corta-Fogo

As portas corta-fogo têm a finalidade de impedir a propagação do fogo e proteger as escadas durante a fuga em caso de incêndio.
Instaladas de acordo com as normas da ABNT e da P.M.S.
Recomenda-se a manutenção trimestral das molas, sendo proibido aplicação de trincos, fechaduras ou chaves, ou qualquer outro sistema que impossibilite ou dificulte a sua abertura.

 

Impermeabilizações

Os pisos que sobrepõem as lajes são impermeabilizados (térreo e cobertura), bem como, a piscina, as caixas d’ água, marquises e boxes dos banheiros e não poderão ser lavados com substâncias ácidas.
Os mesmos não poderão ser danificados ou perfurados para a instalação de qualquer tipo de equipamento.

 

Garagens

Recomenda-se não armazenar no local produtos perecíveis ou inflamáveis.
Não é permitido estacionar autos ultrapassando os limites da vaga.
Trafegar na garagem com os faróis acessos para evitar acidentes.

 

Telefone e TV a Cabo

Foram previstos pontos de telefones nos dormitórios, cozinha, dispensa e na sala de seu apartamento. Todo o acabamento e fiação estão executados, bastando solicitar à empresa concessionária a linha e a instalação do aparelho. Para instalar o aparelho basta conectá-lo em qualquer ponto.
Os apartamentos possuem previsão para TV a Cabo.
É ilegal o uso não autorizado do sinal de TV a Cabo, antes de conectar, comunicar a fornecedora do serviço.

Obs.: Não fazer qualquer alteração no cabo da TV, nem abrir a caixinha da tomada no ponto, para preservar a imagem dos aparelhos de todos os condôminos. Em caso de reparos, consultar o síndico e verificar se a empresa instaladora do cabo mantém assistência técnica.

 

Gás

Na cozinha, junto ao tampo da pia, encontra-se instalado o ponto de gás para o fogão.
É importante lembrar que o fogão deve ser compatível com este sistema. Caso não seja, deve-se solicitar sua adaptação a uma assistência técnica autorizada do fabricante do equipamento.
Orientar o marceneiro para fazer o armário próximo ao fogão de forma que o registro de gás fique de fácil acesso.
O abastecimento do gás deve ser solicitado pelo síndico à empresa fornecedora escolhida pelo condomínio.

 

Iluminação das Áreas Comuns

A iluminação dos halls dos elevadores e escadarias é controlada por um sistema de sensores de presença. Este sistema visa a economia de energia elétrica, evitando que as lâmpadas fiquem constantemente acesas.

 

Cubas de Aço Inoxidável

Usar apenas água e sabão neutro para retirar gorduras das cubas de aço inox e nunca usar materiais abrasivos como palhas de aço, saponáceos, etc.
Evitar o acúmulo de louça dentro da cuba, pois o excesso de peso pode ocasionar o rompimento de sua fixação na bancada.

 

Forros de Gesso

Nos forros de gesso, não se deve permitir impactos, pois podem quebrar.
Não fixar ganchos ou suportes para pendurar vasos ou qualquer outro objeto pois não estão dimensionados para suportar tal peso.
Os forros de gesso nunca podem ser molhados, pois o contato com a água faz com que o gesso se decomponha.
Para evitar o aparecimento de bolor nos tetos do banheiro, causado pela umidade do banho, mantenha as janelas abertas durante e após seu uso.
Recomenda-se que os forros do banheiro sejam repintados anualmente.

 

MANUTENÇÃO E LIMPEZA

Com uma boa manutenção e tomando alguns cuidados com a limpeza do seu apartamento, o único beneficiado será você mesmo, pois isto prolongará a vida do material utilizado na construção do edifício.
A seguir daremos algumas sugestões para você poder conservar bem o seu apartamento:

 

Sifões e Ralos

Quando estiverem muito tempo sem uso, jogar água para evitar maus odores. Não esquecer de limpá-los periódicamente.

 

Flexíveis de Ligação de Bidê, Lavatórios e Bacias

São peças muito sensíveis, qualquer batida poderá ocasionar vazamento.

 

Limpeza de Azulejos, Pisos de Granito ou Cerâmicos

Deve-se evitar o uso de sapóleo ou similar, pois estes produtos atacam o polimento do material. Devemos evitar também o uso de vassouras ou esfregadeiras de piaçava que estragam o rejuntamento, podendo vir a ocasionar vazamentos para o andar inferior. Utilizar nesses casos uma mistura de amoníaco e álcool ou produtos especiais encontrados na praça.

 

Pintura

Toda pintura aplicada no apartamento (paredes, forros e esquadrias de madeira) é lavável, mas isto não quer dizer que pode ser esfregada com muita força. Para a pintura de látex deve ser utilizada uma mistura de água, sapóleo e espuma de sabão de coco aplicado com esponja não abrasiva, lavando-se posteriormente com água e deixando-se secar por evaporação; dessa forma o látex que é fosco não ficará brilhante no local de lavagem

 

Vasos Sanitários

Não jogue qualquer tipo de elementos estranhos nos vasos sanitários.
Bacias, bidês e banheiras – Recomenda-se o uso de sabão neutro, evitando a utilização de sapóleo ou saponáceos, ácidos, palhas de aço e esponjas abrasivas.
Devemos evitar o uso de bacias, bidês, tampos de lavatórios e pias de cozinha como pontos de apoio, podendo assim trincá-los facilmente.

 

Vidros

Para a limpeza utilize um pano com álcool ou um produto especializado para vidro. Os vidros possuem espessura compatível com a resistência necessária para seu uso normal. Evite qualquer tipo de batida ou pancada na sua superfície ou nos seus caixilhos.

 

Mármores e Granitos

Não são aconselháveis tentativas por parte do condômino na retirada de manchas, por tratar-se de um material bastante caro.
Deve-se tomar cuidado para que não caiam substâncias oleosas ou ácidas sobre a superfície, pois é praticamente impossível removê-las.
Usa-se normalmente para a sua limpeza, pano com detergente ou sabão neutro; em seguida a aplicação de cêra líquida incolor.

 

Áreas Verdes

A manutenção e conservação dos jardins é de responsabilidade do condomínio que poderá a seu critério, contratar uma firma especializada. Deve-se tomar especial atenção com o tipo da vegetação a ser utilizado para que as raízes das mesmas não danifiquem a impermeabilização ou a tubulação de captação de águas pluviais.

 

Esquadrias de Alumínio

a) Limpeza
Para que as esquadrias de sua edificação se mantenham como novas, e em perfeito funcionamento por muitos anos, observe atentamente as seguintes recomendações:
A limpeza das esquadrias, como um todo, inclusive guarnições de borrachas e escovas, deverá ser feita com uma solução de água e detergente neutro, com auxílio de esponja ou pano macio, observando-se os intervalos de tempo abaixo indicados:
No mínimo, a cada 12 meses em zona urbana ou rural;
No mínimo a cada 3 meses em zona marítima ou industrial.
As janelas e portas de correr exigem que seus trilhos inferiores sejam constantementes limpos, para se evitar o acúmulo de poeira, que com o passar do tempo vão se compactando pela ação de abrir e fechar, transformando-se em crostas de difícil remoção, ao mesmo tempo que comprometem o desempenho das roldanas exigindo sua troca precoce.
Não usar, em hipótese alguma, fórmulas de detergentes com saponáceos, esponjas de aço, de qualquer espécie, ou qualquer outro material.
Não usar produtos ácidos ou alcalinos. Sua aplicação poderá manchar a anodização e tornar a pintura opaca.
Não utilizar objetos cortantes ou perfurantes para auxiliar na limpeza de “cantinhos” de difícil acesso. Esta operação poderá ser feita com o auxílio de um pincel de cerdas macias embebido na solução indicada acima.
Não usar produtos derivados de petróleo (vaselina, removedor, thiner, etc). O uso de tais produtos, num primeiro instante, pode deixar a superfície mais brilhante e bonita. Porém, em sua fórmula existem componentes que vão atrair partículas de poeira que agirão como abrasivo, reduzindo, em muito, a vida do acabamento superficial do alumínio. De outro lado, os derivados do petróleo, podem ressecar plásticos e borrachas, fazendo com que percam a sua ação vedadora.

b) Lubrificação
Todas as articulações roldanas trabalham sobre uma camada de náilon auto-lubrificante, razão porque dispensam qualquer tipo de graxa ou óleo. Estes produtos não devem ser aplicados às esquadrias, pois em sua composição poderá haver a presença de ácidos e outros aditivos não compatíveis com os materiais usados na fabricação das esquadrias.

c) Regulagem dos Braços Articulados Dotados de Freios
Toda janela do tipo maxim-ar é fabricada com utilização de braços articulados. Este mecanismo é de vital importância para o perfeito funcionamento da janela.
Cada braço possui um dispositivo chamado “carrinho”, localizado em sua parte superior que, na operação de abrir e fechar da janela, desliza preso a um trilho (tipo berço). Os braços modernos são dotados de “carrinho” com freio, que podem ser regulados através de um parafuso ou dispositivo próprio.
O fornecedor, por ocasião da revisão final de entrega, faz o ajuste do freio. Porém, devido à variação de temperatura e a ação do tempo, este dispositivo poderá desregular e perder sua capacidade de controlar a pressão de abertura da janela.
Para saber se o freio está regulado, basta abrir a janela até um ponto intermediário (+ ou – 30°), a qual deve permanecer parada e oferecer certa resistência a qualquer movimento espontâneo. Estará desregulado se a manobra de abrir e fechar for feita com alguma dificuldade ou se a folha não permanecer aberta no ponto desejado.
Embora a regulagem do freio ser de simples execução, somente pessoa especializada deverá fazê-la, pois se tal ajuste for inadequado, danificará o perfil fixo e colocará em risco a integridade do braço, e, consequentemente, a segurança do usuário e de terceiros.
Jamais aplique qualquer produto lubrificante nos “carrinhos” dos braços articulados.

Louças e Instalações Sanitárias

A limpeza das louças sanitárias deve ser efetuada somente com água, sabão e desinfetante, evitando o uso de pós abrasivos e esponjas de aço que podem danificar as peças e os rejuntes.
Para evitar entupimentos, não jogar nos vasos sanitários: absorventes higiênicos, fraldas descartáveis, plásticos, algodão, cotonetes, preservativos, grampos ou outros objetos.
Não jogar gordura ou resíduos sólidos nos ralos das pias ou lavatórios. Manter a pia da cozinha sempre protegida com a grelha que acompanha a cuba de inox.
Não utilizar produtos corrosivos a base de soda cáustica e ácido, arame ou ferramentas não apropriadas. Consultar um profissional ou empresa especializada em casos graves.
Não jogar água ou óleo ferventes na pia da cozinha, pois poderão danificar o cano do esgoto.
Fazer limpeza de todos os ralos e sifões de pias e lavatórios periódicamente, sendo conveniente que este serviço seja executado por um profissional especializado.
Jogar água com um pouco de cloro nos ralos e sifões quando estes estiverem muito tempo sem uso, para evitar o mau cheiro da rede de esgoto, principalmente no verão.
Evitar o uso excessivo de detergentes nas máquinas de lavar roupa e louça, pois os resíduos destas depositam-se na tubulação, causando futuros entupimentos.
Semestralmente, deve ser feita a revisão de rejuntamento das peças sanitárias.

 

Como Desentupir a Pia

Retirar o copo inferior do sifão que está localizado na parte debaixo da cuba e fazer a limpeza retirando os resíduos. Observando se a tubulação de saída contém massa de gorduras cristalizadas obstruindo a passagem de líquidos. Fazer toda a limpeza e recolocar o conjunto do sifão, tendo o cuidado de verificar a vedação das roscas.

 

Piscina

Para que a piscina mantenha-se em bom estado, é necessária a utilização de equipamentos próprios para bombas, filtros e telas. Tais equipamentos contam com garantia de seus fabricantes e devem ser amplamente utilizados segundo algumas recomendações básicas que constam dos manuais.
Alguns cuidados são necessários para manter a limpeza da água:
Ligar o filtro durante três horas todos os dias;
Passar a peneira na água diariamente;
Usar o aspirador todos os dias, durante o verão, quando a piscina é mais utilizada;
Durante o inverno basta repetir essa operação uma vez por semana;
Colocar cloro diariamente para matar germes e manter a água esterilizada;
Utilizar os produtos químicos adequados;
Limpar os azulejos semanalmente para tirar a sujeira acumulada.

 

Piscina

Para que a piscina mantenha-se em bom estado, é necessária a utilização de equipamentos próprios para bombas, filtros e telas. Tais equipamentos contam com garantia de seus fabricantes e devem ser amplamente utilizados segundo algumas recomendações básicas que constam dos manuais.
Alguns cuidados são necessários para manter a limpeza da água:
Ligar o filtro durante três horas todos os dias;
Passar a peneira na água diariamente;
Usar o aspirador todos os dias, durante o verão, quando a piscina é mais utilizada;
Durante o inverno basta repetir essa operação uma vez por semana;
Colocar cloro diariamente para matar germes e manter a água esterilizada;
Utilizar os produtos químicos adequados;
Limpar os azulejos semanalmente para tirar a sujeira acumulada.

ÍNDICES FINANCEIROS

índice de inflação

índice do dólar

A Engeplus não realiza tratativas ou vendas online. Os interessados deverão comparecer ao(s) plantão(ões) de venda

CNPJ 57.731.747/0001-37
Inscr. Est. 663.263.024-117

 

ENGEPLUS Construtora e Incorporadora LTDA.
Av. Ana Costa, 471 | 7° Andar | Conj. 718
TEL.: 13 3284-4222 | FAX.: 13 3284-3914
CEP 11060-003 | Santos – SP

CNPJ 57.731.747/0001-37
Inscr. Est. 663.263.024-117

 

ENGEPLUS Construtora e Incorporadora LTDA.
Av. Ana Costa, 471
7° Andar | Conj. 718
TEL.: 13 3284-4222
FAX.: 13 3284-3914
CEP 11060-003 | Santos – SP

CNPJ 57.731.747/0001-37
Inscr. Est. 663.263.024-117

 
Desenvolvido por Ideiafix Computação Gráfica